5 segredos para fazer um incrível ensaio Preto e Branco

Tempo de leitura: 4 minutos

O preto e branco é, para a fotografia, o mesmo que o jeans é para a moda ou o rock para a música: clássico e atemporal.

Mesmo após quase uma centena de anos de existência das fotos coloridas, nós ainda fotografamos em preto e branco (ou “PB” como costumamos chamar); não mais como uma obrigação imposta pela tecnologia (de quando a fotografia foi inventada), mas como parte de uma linguagem fotográfica.

O P&B confere sentimento, glamour, sensualidade ou nostalgia a uma foto. À vista disso, é muito comum que uma imagem em P&B seja a que mais impressiona no álbum. Por essa razão, ela não pode faltar em nossos ensaios. Pensando nisso, decidi compartilhar 5 segredos para você fazer um incrível ensaio P&B. Confira!

1. Visualizar o ensaio em P&B

A capacidade de ver com antecedência se uma foto fica melhor em P&B ou não, rende melhores resultados do que introduzir o efeito em uma pós-produção, pois no ambiente do ensaio você tem infinitas opções de composição enquanto na pós-produção, terá apenas algumas imagens já estabelecidas.

A decisão de fazer algo em P&B deve ser sua. Lembre-se que o P&B é baseado em contrastes, então costuma ficar bom com imagens de impacto e carregadas com emoção ou algo único. Quando as cores morrem, as expressões e formas ganham mais vida.

Veja muitas fotos em P&B e dedique um tempo procurando e clicando situações que combinem com esse tipo de fotografia. Esse exercício vai te ajudar a desenvolver um “olhar” que instantaneamente sabe se aquele momento deve ser retratado a cores ou não.

Algumas câmeras também oferecem a função de clicar diretamente em P&B, caso você queira testar.

2. Entender a luz

Uma técnica clássica do cinema de terror, principalmente os filmes antigos, em P&B, é a de usar uma luz dura de baixo para cima no rosto do vilão, o que o deixa com um ar sombrio. Mas, também em P&B, ao utilizar uma luz difusa e suave sobre o rosto de um bebê, você pode ter um branco quase etéreo, dando a ele um aspecto angelical.

Viu como é legal estudar o que cada tipo de luz transmite? Esses são 2 exemplos, mas existem muuuitos mais.

Utilizando simplesmente a luz e seu posicionamento e características, é possível criar sensações totalmente opostas, portanto estude-a, saiba quando usar a luz dura ou difusa, em qual posição e a qual distância.

Não existe uma regra única de quando e como utilizar cada tipo de luz, mas estudar vai ajudar você a perceber qual combina mais com a foto que você deseja fazer. O importante é dominá-la e utilizá-la com um propósito.

3. Trabalhar com as formas, texturas e sombras

Outros elementos que devem ser trabalhados em P&B são as formas, texturas e sombras, vejamos um pouco mais de cada um:

  • Formas: curvas de mulheres, silhuetas de grávidas, linhas de objetos, estruturas geométricas ou orgânicas, dentre outros, são formas que ficam lindas quando retratadas em P&B. Luzes duras e alto contraste ajudam a evidenciar os contornos.
  • Texturas: madeira, tecidos, folhas e até linhas de expressão, por exemplo, ficam muito interessantes quando trabalhadas em preto e branco. Enfatize a textura de objetos para agregar beleza ao ensaio.
  • Sombras: muitas vezes tentamos eliminar as sombras das fotos, mas em P&B elas podem ser o grande destaque. Procure por sombras que possam trazer alguma beleza estética à sua foto.

4. Usar o contraluz

O contraluz pode ser usado em diversos tipos de situação, tanto para evidenciar as curvas de uma modelo em um ensaio sensual, como para destacar uma noiva em seu vestido diante da porta da igreja.

O efeito destaca a forma e também cria um clima de mistério ao “esconder” o que está em primeiro plano. As fotos em contraluz têm uma atmosfera única e bela, por isso ficam muito interessantes em ensaios P&B.

5. Fazer retratos

O retrato é um dos melhores tipos de fotografia a ser tirada em P&B, pois uma característica desse estilo é a de evidenciar o sentimento. A ausência das cores nos leva a uma dimensão mais profunda da expressão.

É marcante ver os traços do tempo no rosto de um idoso, evidenciados pelo alto contraste ou a pureza de uma criança por meio da luz suave que parece acariciar sua pele novinha.

Treine bastante, desenvolva sua sensibilidade, domine a técnica e então coloque cada um dos elementos apresentados aqui no seu trabalho. Dessa forma você será capaz de fazer um incrível ensaio P&B.

Se você gostou das dicas, compartilhe esse conhecimento, e não deixe de aproveitar as impressões da Indimagem, que apresentam o melhor nível de contraste do mercado, criando fotos P&B únicas e impressionantes. Seus clientes vão agradecer! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *