Como negociar no mercado de fotografia? Aprenda!

Tempo de leitura: 3 minutos

É comum que os fotógrafos, principalmente os iniciantes, acabem cobrando um preço bem baixo por medo de perder o cliente. Contudo, é fundamental saber como negociar fotografias, o que nem sempre quer dizer diminuir o preço e encolher sua margem de lucro, que muitas vezes já é pequena.

Negociar não é nada fácil, assim como colocar um preço no seu trabalho também não é. Além disso, quem vai pagar a conta também sempre quer ganhar uma vantagem e você precisa saber como lidar com essa situação. Afinal, negociar não precisa ser simplesmente dar desconto! Você deve dar valor ao que faz.

Neste post, você vai aprender algumas maneiras de negociar e agradar os seus clientes sem perder dinheiro — muito pelo contrário, agregando valor ao seu trabalho. Boa leitura!

Como negociar fotografias com meus clientes?

Na hora de saber como negociar fotografias com seus clientes você precisa entender como fugir do tão pedido desconto. Em vez de baixar o seu preço, é mais interessante oferecer algo de valor em troca. Vamos simplificar essa situação: nem sempre o cliente pede desconto porque ele quer, de fato, pagar mais barato. Muitas vezes ele só quer entender que fez o melhor negócio e sair satisfeito.

Nesse caso, você precisa ter alguns truques guardados. Vamos supor que você vai cobrir um evento e está cobrando por hora: ofereça uma diária um pouco maior pelo mesmo preço. Ou, se você está montando um álbum para um cliente, por que não oferecer algumas fotografias a mais ou algum outro brinde, como uma ampliação?

Fuja do desconto, não abaixe seu preço e saiba como conquistar seu cliente sem tirar o valor do seu trabalho. Ainda, é importante que você saiba negociar de forma que também saia ganhando. O cliente te pediu para parcelar o custo total? Ok, aceite, mas peça que ele pague uma entrada, por exemplo. A negociação precisa ser saudável para ambos os lados.

Por que o desconto pode me prejudicar?

A questão de dar desconto vai muito além da redução do pagamento. Ao ceder ao pedido do cliente e baixar seu preço você pode se deparar com duas situações ruins. A primeira é a perda de dinheiro, obviamente. Se você já estava com uma margem de lucro pequena, pode ser que seu trabalho acabe nem pagando nada.

Por outro lado, se você estava levando uma boa margem de lucro e aceitou o pedido de desconto sem negociar muito, o cliente pode desconfiar que estava sendo enganado, que você ia se aproveitar da situação para ganhar em cima dele e por isso concordou em baixar o preço. É fundamental que você encontre o preço justo que seu trabalho merece!

Ou seja, em qualquer uma dessas situações o seu trabalho como fotógrafo pode acabar sendo prejudicado. Pode ser que você ainda leve um tempo para dominar a arte de saber como negociar fotografias, mas é importante estar sempre preparado. Com certeza, muita gente ainda vai pedir desconto ao longo da sua carreira. Aprenda a fazer troca de valores e mantenha seus clientes sempre satisfeitos.

E você, tem outras dicas de como negociar com os clientes que querem desconto? Deixe um comentário aqui no post e divida suas táticas com outros fotógrafos que podem estar tendo dificuldades na hora de vender o trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *