Como eu devo fazer o meu primeiro mostruário?

Tempo de leitura: 2 minutos

Tá certo,vocês me convenceram! Eu preciso ter um material impresso, porém agora vem a dúvida: Como eu devo fazer o meu primeiro mostruário? Será que uso somente as minhas melhores fotos, ou dou preferência para um trabalho completo? Essa é uma pergunta recorrente por parte da nossa audiência, lá no Fotologia Podcast, e a minha resposta é sempre a mesma: Você deve fazer os dois!
Primeiramente, desenvolva um livro com as suas melhores fotos, tipo um livro de arte, aqueles que você tem orgulho de colocar na mesinha de centro, sabe? Uma boa ideia é editar um anuário com a sua “temporada” de trabalhos, pois um livro desses mostra o quanto você é bom no que faz e valoriza todo o potencial dos seus clicks (além de ser uma prática bem legal que ajuda a separar umas fotinhos para prêmios).

Para complementar o seu mostruário, é necessário mostrar consistência (trabalhos inteiros) e uma ótima alternativa para fazer isso é imprimindo revistinhas a partir dos seus “jobs” mais diferentões. Por exemplo, se você mora no litoral, pode ter uma revistinha para cada praia da sua cidade. O mesmo vale para quem mora na serra (próximo a cachoeiras) ou qualquer lugar “colecionável” em fotos.  

Outra prática que pode ser um barato é fazer revistinhas por perfil de cliente! Se você fotografa ensaios de gestantes, pode separar por temas e estilos (zen, “flor na cabeça”, clássica, sensual…) e apresentar para os seus clientes somente o que combina com eles. Imagina que legal será, no futuro, possuir sua própria coleção de trabalhos. Lembra dos papéis de carta ou dos gibis lá da infância? Nostalgia que faz bem para o negócio e para o coração.

Resumindo, o livro mais bacana será o seu portfólio “geral” e as revistinhas temáticas serão uma forma divertida de ilustrar o seu trabalho e gerar autoridade com os seus clientes! Programe uma data fixa no ano para a produção do seu livro-portfólio e, sempre que realizar um trabalho interessante, vá completando a sua coleção de revistas.

 

  • A revista que citei é a Standard 21×29,7cm
  • O livro comentado é o Encadernado Prime 42,29,7cm

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *