O que é parasol? Entenda por quê usá-lo!

Tempo de leitura: 6 minutos

O mundo da fotografia é um universo de infinitos equipamentos e engenhocas. Câmeras, lentes, filtros, luzes, refletores, e diversos acessórios que parecem não terminar mais. É tanta coisa que, em um primeiro momento, podemos ficar loucos com tanta informação, opções e variedade de características, tipos e marcas.

Como não dá para abraçar o mundo com as pernas, vamos dar um passo de cada vez. Hoje estamos aqui para falar sobre o que é parasol e por quê você deve usá-lo.

Então se você quer saber mais sobre esse acessório, vem com a gente porque ele é o assunto do nosso post de hoje! Continue a leitura e confira!

O que é parasol?

Como o próprio nome explica, o parasol é uma peça usada quando alguma luz está interferindo na qualidade na foto, ou seja, quando existe alguma fonte de iluminação desnecessária ou indesejada afetando diretamente o resultado da imagem.

Isso acontece quando raios de sol e outros fragmentos de luz incidem diretamente na lente da câmera, e é para impedir a incidência dessas fontes de iluminação inconvenientes que devemos usar o parasol.

Essa peça é encaixada ou rosqueada na extremidade da lente, sendo sempre na cor preta, justamente porque sua finalidade é absorver a luz.

Independentemente se estamos fotografando em ambientes externos, em estúdio ou indoor, raios de luz de qualquer fonte podem incidir diretamente sobre a lente da câmera. Isso também acontece ao fotografarmos superfícies refletoras, como espelhos d’água e objetos metálicos, por exemplo.

Quando isso acontece, esses fragmentos de luz que incidiram na lente causam uma aberração ótica que se manifesta na forma de dois efeitos: o flare e o glare. Os dois são definidos como manchinhas coloridas que aparecem na imagem, mas existe uma diferença entre eles.

O flare é uma mancha melhor definida e pode aparecer em diversos formatos (circular, pentagonal, heptagonal). Já o glare é uma mancha mais difusa, sem muita definição, que clareia a porção da foto onde aparece, diminuindo o contrataste naquele ponto.

Existe um parasol específico para cada tipo de lente, projetado para se ajustar perfeitamente ao campo de visão e ao diâmetro dela. Do contrário, não conseguiríamos acoplar o acessório nela.

Para lentes com ângulos mais abertos, o parasol costuma ser menor e ter ângulos mais abertos também, para evitar que ele apareça na foto ou provoque o efeito vinheta. Já o específico para teleobjetivas costuma ser mais longo, também pensado para se adaptar à anatomia do equipamento.

Quais são os tipos de parasol?

Cilíndrico

Esse tipo de parasol tem formato cilíndrico contínuo e é usado em lentes teleobjetivas com distâncias focais variáveis. Como abordado anteriormente, por conta da anatomia do equipamento, ele pode ser maior e mais longo.

Pétala, tulipa ou corola

Ao contrário do cilíndrico, esse parasol não é contínuo. Ele possui cortes que formam quatro “abas”, duas menores e duas maiores. Ele é usado em grande-angulares e tem esse formato para otimizar o campo de visão desse tipo de lente. Seu design permite que ele cumpra a sua função sem causar efeito vinheta, ou que ele apareça no enquadramento.

Você deve prestar atenção a um detalhe pequeno, mas muito importante, ao usar o parasol de pétala. Existe uma forma correta (e uma incorreta) de encaixar ele na lente. Normalmente eles são de rosquear, justamente para evitar que o erro aconteça, mas, em todo o caso, saiba que as abas maiores devem ficar na horizontal, e as abas menores, na vertical.

Cônico ou retangular e quadrado

Esses dois tipos de parasol são menos conhecidos e também mais difíceis de serem encontrados. Eles são usados em casos mais específicos, como com toy cameras, filmadoras ou filtros de lâmina.

Como escolher?

Muitas das vezes quando você for adquirir uma lente nova, ela já vai vir acompanhada dessa peça. Mas, se ela não vier, e se você não tiver experiência com o assunto, uma boa ideia é ir a uma loja física, levando sua câmera, para fazer a compra do seu parasol.

Assim, além de não correr o risco de errar na escolha do tipo ou tamanho certos de parasol para as lentes que possui, você ainda pode testar diferentes tipos e se familiarizar mais com as variedades do acessório. Desse modo, você vai conquistar mais experiência e confiança para fazer compras futuras.

Quando e como utilizar?

Como já vimos, o parasol deve ser usado quando você quiser evitar os efeitos de flare e glare. Mas esse não é o único motivo pelo qual devemos utilizá-lo!

Outra razão (muito importante, diga-se de passagem) para fazer o uso desse acessório é para proteger a sua lente de danos físicos. Como o parasol a envolve, principalmente na parte da frente, onde ela fica bastante exposta, ele evita que a lente seja arranhada. Se a sua câmera cair no chão, ele também vai protege-la, podendo até evitar a quebra do seu equipamento.

Sabemos que as lentes não são produtos baratos, portanto, qualquer dispositivo que prometa aumentar a sua segurança é um bom investimento!

Em eventos com muitas pessoas, como casamentos, festas infantis ou baladas, por exemplo, as chances de alguém esbarrar na sua câmera, de uma criança vir correndo de encontro a você ou de alguém derrubar o equipamento das suas mãos são grandes. São acidentes, mas que acontecem. Nesses casos, mais uma vez, parasol para o resgate! Ele estará lá, garantindo a integridade física do seu equipamento.

Quando não estiver em uso, a peça também pode ser encaixada ao contrário na lente, envolvendo-a quase que completamente, em vez de projetar-se a frente dela. Você pode encaixá-la assim quando for guardar o seu equipamento, otimizando o espaço da sua mochila e deixando tudo mais organizado.

Já vimos que o parasol é um ótimo acessório, tanto para melhorar a sua fotografia, quanto para proteger o equipamento. Quanto à proteção não há o que contestar, mas no que diz respeito ao flare e ao glare, uma consideração precisa ser feita.

Esses efeitos podem ser intencionais. O uso deles pode ser uma escolha artística do fotógrafo, como forma de dar brilho à imagem e de torná-la mais interessante. Por isso, não os encare como “defeitos”. Eles podem ser a diferença entre uma foto bonita e uma foto perfeita. Seja criterioso!

Experimente e veja o que traz melhor resultado para a sua fotografia, de acordo com o que você quer passar com ela. O seu gosto e o seu olhar devem ser colocados em primeiro lugar!

Agora que você já entendeu o que é parasol, para que ele serve e como você deve usá-lo, que tal ir mais a fundo no universo da fotografia? Confira agora mesmo nosso post com 6 dicas de iluminação externa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *