Produza fotos incríveis com o método brenizer

Tempo de leitura: 3 minutos

Você já ouviu falar do método brenizer? A técnica, batizada com o nome do seu criador, o fotógrafo Ryan Brenizer, consiste em criar uma composição que imita uma imagem de ângulo mais aberto, mas com uma profundidade de campo bem pequena.

Neste post, vamos dar algumas dicas para você, que deseja fotografar utilizando este método. É simples, rápido e o resultado é tão incrível quanto você imagina! Continue conosco!

Como fotografar usando o método brenizer?

Esta técnica usa os mesmos princípios da fotografia panorâmica. Diversas imagens, que são pedaços de uma imagem maior, são coladas umas às outras, usando seus pontos em comum, para formar a imagem final.

Para conseguir produzir o efeito, é preciso que você tenha controle das configurações para ser bem-sucedido. Portanto, você deve fotografar no modo manual. Configure a sua abertura para que ela seja a maior possível, dependendo de até qual f/stop seu equipamento permite que você chegue. Quanto maior for a abertura, mais evidente será o efeito criado.

Então, configure o ISO e depois a velocidade, da forma que for necessária para expor o seu motivo principal corretamente, seja ele uma pessoa, um objeto, ou outro. Não se preocupe, agora, com a exposição do resto da cena, do background. O que importa é fotometrar corretamente o seu objeto principal.

Acerto das configurações

É imprescindível acertar essas configurações na primeira foto, pois é com elas que você fará todas as fotografias seguintes — se a primeira estiver errada, então, consequentemente, todas as que a sucederem estarão também. Por isso, é importante que você fotografe em modo manual.

Agora sim começa a aplicação do método. A ideia é que você monte um tipo de quebra-cabeças. Você deve tirar diversas fotos bastante aproximadas do motivo, pegando um pouquinho dele e um pouco do que está em volta — essas fotos serão posteriormente mescladas no Photoshop ou equivalente, criando a composição completa.

Plano de foco

Para que a aplicação do método dê certo, você deve fotografar em apenas um plano de foco, ou seja, com o foco travado em um ponto do seu motivo. Para fazer isso, no momento de clicar a primeira foto, coloque o foco em modo automático. Quando a câmera tiver focado corretamente no ponto em que você deseja, trave o foco, trocando-o para modo manual.

Pronto! Agora é só clicar várias imagens do seu objeto, captando-o completamente, mas em pedaços. Lembre-se de incluir no enquadramento uma quantidade suficiente do fundo para que você consiga esse efeito de visão mais aberta no resultado final.

Hora da mesclagem

Depois que você estiver satisfeito com a quantidade de cliques, está na hora de abrir o software de edição para fazer a mesclagem das suas imagens. No Photoshop, já existe uma ferramenta voltada para a montagem de fotos panorâmicas, o que torna o processo bem rápido. Confira o passo a passo!

  • abra o Photoshop;
  • clique em Arquivo > Automatizar > Mesclar imagens;
  • escolha a opção Reposicionar;
  • clique na opção de usar uma pasta de imagens e selecione, no seu computador, qual é a pasta que contém as imagens que você fez.

Pronto! O programa vai abrir as suas fotos e fazer a colagem delas. O que você vai ter como resultado é uma fotografia com um efeito que realmente salta aos olhos, com grande campo de visão e um lindo fundo desfocado. As bordas, obviamente, não ficarão perfeitamente alinhadas. Faça o corte onde achar melhor.

Se você fotografa em RAW, uma dica na hora de aplicar o método brenizer é tratar as suas imagens e exportá-las em JPG antes de mesclá-las. Trabalhar com muitos arquivos RAW ao mesmo tempo pode sobrecarregar seu computador. E então, pronto para testar esse incrível método? Não demora mais do que dez minutos!

Para receber mais conteúdos e dicas como essas diretamente na sua caixa de e-mail, assine a nossa newsletter e não perca nenhum post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *