3 dicas para impressionar na montagem do álbum de bebê personalizado

Tempo de leitura: 5 minutos

Quando falamos de tipos de ensaio de crianças, o que não falta é opção. Mas, seja qual for o ensaio que você vai fazer, o álbum de bebê personalizado exige alguns cuidados e atenção aos detalhes para que impressionem o cliente.

O primeiro item da lista, é claro, é a segurança do bebê. O fotógrafo precisa estar atento o tempo todo e tratar aquela criança como se fosse seu próprio filho. Uma vez que a segurança está garantida, quais são os próximos passos? Para descobrir, continue lendo o post e confira as 3 dicas que vou dar para vocês!

1. Faça tipos diferentes de ensaio, inspire-se!

Como já falei em outras postagens por aqui, quando se trata de ensaio de bebê, as opções e ideias são inúmeras! Faça uma boa pesquisa de referências, siga todos os perfis (Instagram), pine todas as fotos (Pinterest), salve todas as imagens (Google) e anote todas as suas ideias para oferecer possibilidades variadas aos seus clientes.  Mesmo que você tenha inúmeras referências, por vezes, o trabalho pode se tornar repetitivo. Quem nunca teve um branco criativo em função do excesso de referências? Isso é extremamente normal quando trabalhamos com arte, e como resolver isso? Roubando como um artista! Quer ver como isso é possível? Obviamente temos vídeo falando desse assunto também, quer ver, confere aí abaixo:

Ainda no campo das ideias vale a pena focar em sair da sua zona de conforto, entretanto, sem nunca sair da sua zona de forças. Sair da zona de conforto e entrar na sua zona de fraquezas é um desperdício de tempo, entendeu? Dá uma sacada no vídeo abaixo, ele ilustra perfeitamente esse conceito:

Voltando a falar dos ensaios, o mais bacana disso é que existem estilos para cada fase de crescimento do neném, os mais clássicos são o newborn, feitos com os recém-nascidos, e depois os de acompanhamento, que registram o crescimento no primeiro ano de vida, período em que os bebês mudam bastante e muito rápido. Além desses, você pode oferecer ensaios mais temáticos, como estações do ano, datas comemorativas (Páscoa, Festa Junina, Natal etc.), baseados em filmes e séries, smash the cake e smash the fruit etc.

2. Varie acessórios, roupas e poses

Muitas vezes, os fotógrafos têm dificuldade em criar imagens diferentes umas das outras. Pega mal entregar para o seu cliente um monte de fotos muito parecidas entre si, né? Para evitar que isso aconteça, preste atenção nesses quatro quesitos: acessórios, roupas, poses e ângulos.

Fotografar crianças muitas vezes tem a vantagem de contar com a espontaneidade e naturalidade dos pequenos. Isso já é uma bela ajuda na questão das poses. Mas escolha de três a quatro posições para colocá-los de início.

Use acessórios, tanto no cenário quanto neles próprios, para trazer riqueza de detalhes à sua composição. E sempre, sempre varie o ângulo do qual está fotografando! Pegue detalhes, fotos em primeiro plano e em plano americano, garantindo movimento entre uma imagem e outra.

Uma dica muito valiosa para clicar crianças é procurar  nivelar a câmera aos olhos dos pequenos. Como assim? Abaixe-se e mantenha a câmera na altura do olhos das crianças, isso fará com que o pequeno ganhe imponência no seu click. Mais uma muito boa é optar por objetivas que vão das “meia-teles” em diante, ou seja, mais de 80mm de distância focal.

3. Escolha o material certo para o álbum de bebê personalizado

A manha para fazer aquele álbum sensacional não é, na verdade, nenhum segredo. Você só precisa fazer duas coisas: pensar no álbum como um todo e ser criterioso quanto ao material e à impressão. Tá, mas o que “escolher o material certo” significa?

Significa duas coisas: a primeira, é escolher as melhores fotos do ensaio que façam sentido juntas. Fotos que se complementem, com uma diagramação bonita e bem-feita. Reserve mais espaço no álbum para aquelas que foram o destaque ou que têm mais detalhes.

Procure informar a cliente sobre o porque de cada imagem e espaço em branco na edição do seu livro. Entenda que as pessoas não entendem de edição e diagramação e que, muitas vezes, você precisará sim ser o consultor do seu cliente na hora da escolha. A ideia de realizar a escolha com o cliente, ao vivo, é muito valiosa tanto comercialmente (você vai vender mais fotos) quanto educativamente. É meu amigo, em muitos casos ensinar o cliente pode gerar álbuns mais bonitos perfeitamente alinhados as necessidades. Nada melhor do que participar ativamente da construção de alguma coisa para morrer de orgulho dela, não é?

A segunda coisa é o álbum em si. Tenha cuidado na escolha do material das folhas e da capa, as cores e os elementos, a qualidade da impressão e a caixa do álbum de bebê personalizado. Escolha um bom material porque isso vai garantir que, além de ver a qualidade do seu trabalho, seu cliente também poderá senti-la no toque. Que fotógrafo não quer proporcionar essa experiência, certo?

Para quem busca este diferencial e a garantia de qualidade, a Indimagem oferece um catálogo repleto de opções de álbuns, fotolivros, estojos e outros acessórios fotográficos incríveis, vale a pena conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *