Como gatilhos mentais podem te ajudar a melhorar a fotografia?

Tempo de leitura: 4 minutos

Quem nunca se deixou levar por uma promoção imperdível? Pois é, se você já fez isso alguma vez, é porque provavelmente foi fisgado por um gatilho mental. No mundo dos fotógrafos, essa é uma técnica perfeita para ajudar a melhorar a fotografia e fechar mais contratos — com o devido senso de oportunidade e muita prática, é claro. Mas, do que se trata, afinal?

Gatilhos mentais são formas de persuasão que facilitam o engajamento dos clientes e lhes ajudam na tomada de decisão para contratar um serviço. Pra entender isso melhor, que tal conferir como você pode usar alguns desses gatilhos para ter grandes chances de sucesso nas vendas? Acompanhe o post e saiba mais!

Sempre lembrando que nós gravamos dois vídeos sobre o assunto no nosso canal do Youtube, confira um deles aí abaixo e complemente os seus estudos.

Como melhorar a fotografia por meio de gatilhos mentais

Crie um problema na cabeça do cliente

Isso mesmo, crie um problema para o cliente! Quando falar da sua visão de mundo através da fotografia, deixe claro o valor da sua dedicação a ela, como você se expressa por meio dela, o que ela representa na sua vida.

Quando isso fica visível, as pessoas percebem uma sensibilidade que é só sua, genuína. E é nisso que consiste o problema: contratar um profissional que pense e viva dessa forma. É aí que você entra na mente e no coração da pessoa, e a faz entender que não existe outro fotógrafo capaz de realizar um trabalho melhor. Ou seja, você é o único.

Se existe a segurança de que o seu trabalho é a melhor opção — de que é uma alternativa de valor para que aquela família guarde uma lembrança feita por você — então, os gatilhos mentais são bem-vindos.

Provoque o gatilho da escassez e o da urgência

Esses dois gatilhos funcionam em conjunto, pois estão diretamente relacionados. Basicamente, a escassez gera um senso de urgência. Na fotografia isso pode ser usado a fim de delimitar um número x de finais de semana para produzir determinados ensaios — casamentos, por exemplo. Com isso, você está revelando uma “escassez” de oportunidades, e se o cliente não for rápido, ficará de mãos vazias, criando a urgência na contratação do serviço.

Sabemos que uma das piores sensações é a da perda de uma possibilidade, por isso esses gatilhos são tão poderosos. Use-os a seu favor na hora de oferecer um pacote de serviços! Se você tem certeza de que o seu produto ou serviço é a melhor opção, exponha os motivos para o cliente aproveitar a chance e decidir rapidamente pelo fechamento do contrato, sem pensar demais.

Use o descaso

No embalo da escassez e da urgência entra o descaso. Mas, antes de tudo, é importante esclarecer que esse termo não é pejorativo: trata-se, apenas, de uma maneira de se posicionar e valorizar o que você faz.

Demonstre ao cliente que você não está aflito para fechar o negócio, e se não aproveitar para assinar um contrato enquanto há vaga, ele poderá perder a data disponível. Essa é outra forma de validar a sua expertise, colocando-a como algo raro. Inclusive, o descaso tem o poder de confirmar os demais argumentos usados para efetivar a venda.

Acione o gatilho da reciprocidade

O que acontece quando alguém te dá algo inesperado? Uma vontade espontânea de retribuir? Pois bem, nas vendas isso funciona perfeitamente e é chamado de gatilho da reciprocidade.

Mas qual é a maneira correta de usá-lo? Simples: ofereça um mimo para que o potencial cliente se sinta motivado a fechar um contrato com você. Assim, quando chegar a hora de escolher um profissional para fazer um orçamento, é provável que você seja lembrado, já que tomou a iniciativa de dar uma recompensa logo no primeiro contato.

Ahhhh, você estava esperando pelo segundo vídeo não é? Então assista ele ai abaixo…

Por fim, é importante deixar claro que esses gatilhos mentais não são formas de enganar, mas sim de pegar um atalho durante o processo de decisão das pessoas para facilitar sua escolha por um produto do qual elas necessitam. Assim, para melhorar a fotografia, estas técnicas são quentes, pois funcionam e estreitam o seu relacionamento com os clientes. Experimente e confirme!

Então, já usou algum gatilho mental para criar mais empatia com os clientes e fechar contratos? Compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude mais pessoas a conhecer essas formas de persuasão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *