4 dicas para começar a oferecer fotografia criativa para seus clientes

Tempo de leitura: 4 minutos

Fotografar profissionalmente é uma atividade que tem se tornado cada dia mais competitiva, afinal, muita gente está descobrindo sua verdadeira vocação justamente nessa área. Então, como se destacar nesse mercado? Talvez seja o momento de começar a apostar na fotografia criativa, renovar o portfólio e ampliar a sua carteira de clientes.

Falar em criatividade pode parecer algo fora do comum ou complicado demais. Porém, não desanime, porque não é. Tudo o que você precisa é conhecer alguns truques, cliques certos e atalhos para produzir trabalhos únicos e encantadores.

Quer saber mais? Continue comigo e entenda como essas quatro dicas podem ajudá-lo a fazer fotos incríveis!

Como oferecer fotografia criativa aos clientes

1. Abuse da direção espontânea

Já reparou como as imagens que ilustram pessoas em atitudes corriqueiras, soltas, aparentemente sem um script para seguir são as mais belas e, muitas vezes, poéticas? Pois é, a maioria delas, provavelmente, é fruto de uma boa direção de fotografia espontânea. São aquelas em que o fotógrafo interage com o modelo de maneira descontraída, criando intimidade e conduzindo todo o ensaio sem que a pessoa perceba que está sendo direcionada.

Isso acontece quando você consegue quebrar o gelo durante a interação. Quando é possível criar empatia e confiança entre o fotógrafo a pessoa fotografada, não tem erro: as fotos ficarão boas, é inevitável.

E, convenhamos, é muito mais interessante contemplar, de forma natural, imagens com sensação de movimento, energia, emoções saltando aos olhos e todo o significado que uma foto pode passar. Por isso, aconselho que você abuse sim da direção espontânea.

Para aprender sobre direção expontânea procure por profissionais da área que ofereçam treinamentos nesse sentido, pela minha experiência o simples fato de ver essa pessoa trabalhando pode ser transformador para a sua carreira.

2. Leia o livro “Roube como um artista”

Criar algo do zero absoluto é praticamente impossível para a maioria esmagadora das pessoas, e fazer isso no dia a dia, sob pressão, com prazos apertados e outros obstáculos que nunca acabam, dificulta ainda mais o processo criativo. Além disso, profissionais das mais diversas áreas já entenderam que tudo nasce de uma “inspiração” externa.

O livro “Roube como um artista” propõe que precisamos aprender a absorver as informações e o conteúdo das fontes inspiradoras para transformá-los em algo novo, com um toque pessoal, sem reproduzir exatamente igual o original como se fosse da sua autoria — isso seria plágio.

Defendo a ideia de que inovar é usar ingredientes já conhecidos. Na fotografia, isso também é muito útil — e as dez dicas desse livro surpreendente podem ajudar muito na hora de garimpar aquela ideia já pensada antes e reformulá-la, fazendo nascer uma grande novidade.

3. Inspire-se em fotógrafos de sucesso

E por falar em inspiração, uma dica valiosa que eu recomendo fortemente é mergulhar no fabuloso universo dos fotógrafos renomados.  Esses profissionais estão sempre em busca de novas experiências em suas andanças, muitos são premiados e têm sempre algo a mais para mostrar e impressionar.

Leia sobre eles, faça uma imersão em suas histórias e veja quais foram as motivações que os levaram a produzir os trabalhos da forma que produziram. Você pode encontrar ótimas ideias no trabalho de Sebastião Salgado e André Kertész, no estilo poético em preto e branco de Ansel Adams e James Nachtwey, no fotojornalismo brilhante de Margart Bourke White, entre outros.

Esses notáveis fotógrafos contam histórias com inestimável valor, por meio de imagens, frutos de muita audácia, irreverência e pioneirismo em suas propostas.

Obviamente não esqueça de acompanhar os profissionais que são referência na sua área de atuação. O Instagram é uma excelente maneira para você se manter atualizado com o que os seus colegas vem produzindo, sendo assim, siga-os imediatamente.

4. Dedique tempo à fotografia

A prática me mostrou que os resultados ficam cada vez melhores — mas isso exige dedicação. Quanto tempo você reserva para desenvolver o seu conhecimento em fotografia? Se deseja se sobressair, procure ser rápido e focado — porém, isso não se limita ao momento em que a sua câmera esteja em mãos.

Invista mais tempo pensando em fotografia, analisando, estudando novas possibilidades em fotografia, enquanto olha o que acontece ao seu redor. Entenda o que cada item observado pode agregar à sua fotografia.

Outro ponto importante é praticar muito! Esteja com a câmera na mão para o que der e vier e clique muito para você mesmo. Suas fotos pessoais serão um termômetro de como anda o seu material a nível profissional.

A fotografia criativa acrescenta muito diferencial. São poucos os profissionais dispostos a produzir um trabalho que exige tanto desprendimento e abstração. Portanto, mostre aos seus clientes que você também pensa fora da caixa e deixe uma mensagem nítida sobre a sua habilidade para surpreender e inovar. Talvez, eles estejam procurando exatamente isso.

E você, já produziu algum trabalho diferente de tudo o que faz normalmente? Qual foi a reação do público? Deixe o seu comentário e compartilhe a experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *